22 de jun de 2012

Viva bem hoje,não guarde para amanhã o maná de hoje!!!

Disseram -lhe , pois; senhor, dá-nos sempre deste pão.  João 6.34  

O motivo pelo qual não alcançamos o padrão de vida cristã é começarmos a viver uma fé fraca é por que estamos comendo maná estragado que passou do tempo. Você sabe o que estou querendo dizer, não? Muitas pessoas estão vivendo hoje de suas experiências passadas, perdem muito tempo pensando no quanto era bom quando tinham vinte anos, talvez estejam  presas ao dia da sua maravilhosa conversão.
Isto é um forte indício que estamos fora da comunhão com Deus, muitos de nós passamos todo o tempo falando mais da alegria, paz, poder que tínhamos no passado em vez de valorizar o que temos hoje.Estamos, todo o tempo, dizendo que necessário "crescer em graça ", mas muitas pessoas estão no caminho errado. Os israelitas colheram maná fresco todos os dias, mas eles não tinham a permissão de armazená-los. Há uma lição nisso. Se quisermos ser fortes e diligentes, devemos ter comunhão com deus diariamente. Um homem ou mulher que não se abastece hoje da graça de Deus pensando em seu futuro, é como se comesse muita comida hoje. O suficiente para se sustentar nos próximos seis meses ou inspirar de uma vez só uma quantidade de ar dentro de seus pulmões a fim de sustentar durante a semana vindoura. Devemos nos alimentar, sem limites, de deus armazenando a sua graça dia após dia conforme a nossa necessidade.

Reflexão 


A sua fé continua fresca e vibrante hoje como do início da sua caminhada cristã? como você pode transformar sua jornada espiritual em uma nova aventura e um novo despertar de cada dia?
Muitos morrem pobres pensando nas riquezas, muitos morrem ricos como pobres por que não sabem valorizar as riquezas que tem, valorizemos o que temos e certamente felizes seremos.


Vivamos hoje como se fosse o nosso último dia, praticando a paz, o amor e a alegria, pois não sabemos a hora em que Ele vem!!!

Siga este blog e será seguido!!!


Um forte abraço!!!

Pr.Elcio Brandão

Nenhum comentário:

Postar um comentário